jusbrasil.com.br
7 de Dezembro de 2021

Os maus profissionais no mercado

Marielle Brito Advogada, Advogado
há 5 anos

Vamos falar sobre os maus profissionais no mercado, pois nos últimos dois anos muita gente tem procurado o escritório para assumirmos os processos de outros colegas advogados. Mas ressalto que este problema no Brasil não é somente nos serviços advocatícios, é um problema generalizado em todas as áreas.

Em todas as áreas existem uma invasão de profissionais que não são capacitados querendo executar o trabalho e ainda os profissionais que são “teoricamente” capacitados mas não dão conta do recado.

As reclamações trazidas são de todos os tipos, o serviço de má qualidade está inclusive em escritório de “nome” no mercado.

Na área do direito de família e sucessões, os erros são absurdos, tendo em vista que profissionais sem especialização na área “pensarem” ser de fácil solução. Muitos não estudam o quanto deveriam para exercer a advocacia, o que é inadmissível na profissão.

No direito internacional, também há muitas reclamações. Em processo de cidadanias, por exemplo, vejo pessoas reclamando de profissionais “enrolados”, que não cumprem os prazos, que não sabem fazer o processo corretamente, causando gastos desnecessários e perda de tempo, dentre outros.

Algumas dicas para contratação de serviços:

1- O Primeiro ponto a se considerar na hora que procurar um prestador de serviços é ler o seu currículo, saber sobre a sua reputação, analisar as redes sociais, sobretudo fanpage em facebook e linkedin em que há comentários de clientes e buscar nas buscas do google reclamações de clientes.

2- Desconfie de preços baratos, isso denota um profissional que não está habilitado para realizar o serviço. Os maus profissionais no mercado começam não cumprindo a tabela de honorários.

Conclusão:

O serviço mal feito é o tipo do barato que sai muito caro. Pois o prejuízo poderá ser incalculável.

`As vezes você paga um valor inferior ao que é indicado pela tabela da OAB, porém aquela vantagem inicial que pensou ter tido, acabou se transformando num grande prejuízo porque o processo dele não atingiu o resultado esperado, ou demorou mais do que deveria (o que implica mais custos), ou desperdiçou dinheiro com custos desnecessários por causa de erros cometidos no curso do processo.

E há estragos que são irreversíveis, infelizmente. Os maus profissionais degradam o mercado!


Saiba mais: MSBAdvocacia

0 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)